Viagens de Ferry e a COVID-19

Esta página inclui informação útil sobre os requisitos para o embarque, os regulamentos e as medidas de segurança aplicadas às viagens de ferry na era COVID-19.

Pedimos que tenha em conta que a partir de domingo, 1 de maio de 2022, os passageiros que viajam de ferry para as ilhas gregas ou que viajam de ilha em ilha pela Grécia, não precisam de quaisquer documentos COVID-19.

Para informações atualizadas sobre os requisitos, por favor visite o nosso blog:

Para além do seu bilhete em formato impresso ou e-ticket, deve ter sempre consigo o seu Cartão de Cidadão ou passaporte ou qualquer outro documento de identidade, especialmente em rotas internacionais de ferry. Pode ser-lhe pedido que apresente o documento à tripulação do ferry ou à autoridade portuária para confirmar que é o portador legal do bilhete.

Se tiver adquirido bilhetes de ferry com desconto, ser-lhe-á pedido que forneça um documento que confirme que é elegível para o desconto específico (por exemplo, cartão de estudante, cartão ISIC, etc.). Para mais informações, visite a nossa página 'Descontos'.

Pode realizar testes COVID-19 em muitos dos principais hospitais Grécia, centros médicos das grandes cidades, assim como no Aeroporto de Atenas Eleftherios Venizelos (Secção das Chegadas).

O custo dos testes PCR da COVID-19 é de cerca de 60 €. Os testes antigénios (rápidos) custam até 20 €. Alguns centros médicos também realizam testes em casa. Nesses casos é cobrada uma taxa extra.

Também pode realizar um teste rápido gratuito nos pontos de testagem públicos estabelecidos pela Organização Nacional de Saúde Pública (EODY). Uma lista de todos os pontos de testagem públicos disponíveis pode ser encontrada aqui (página apenas em grego).

Finalmente, pode comprar um autoteste (Kit de Teste Rápido Antigénio para o Coronavírus) nas farmácias. O custo do kit de autoteste é cerca de 6 €. A disponibilidade nas farmácias pode ser reduzida, por isso recomendamos a compra antecipada do autoteste e não contar com uma compra de última hora.

Depende do porto de onde parte. Alguns portos importantes (por exemplo, Piraeus, Nápoles, Valência, etc.) são bastante grandes. Isto significa que poderá ter de caminhar até 30 minutos para chegar da entrada do porto até à porta da partida.
Chegar suficientemente cedo significa que não terá de se preocupar em perder o seu ferry. É por isso que normalmente aconselhamos todos os viajantes a chegarem ao porto com pelo menos 1 hora de antecedência, independentemente de terem bilhetes impressos ou feito o check-in online, especialmente se estiverem a viajar com o seu veículo.

Aconselhamos igualmente a verificar qual a porta de partida do seu ferry, onde se encontra e qual o tempo estimado necessário para embarcar no porto específico. A informação sobre a porta de partida é disponibilizada no porto.
Por favor, assegure-se que tem tempo suficiente para o check-in e outros procedimentos, particularmente nas rotas de ferry internacionais. É importante notar que se chegar atrasado para o check-in ou embarque, poderá não ser autorizado a viajar. Nestes casos, muito provavelmente não receberá reembolso.

Se chegar mais cedo ao porto, muito provavelmente será autorizado a embarcar e terá a oportunidade de explorar o ferry, encontrar lugares confortáveis e passar algum tempo a relaxar a bordo antes da partida!

A recusa de embarque é possível se uma das seguintes condições se aplicar:

  • O passageiro apresenta sintomas de coronavírus.
  • O passageiro não apresenta os certificados médicos exigidos.
  • O passageiro recusa a utilização da máscara protetora durante a viagem de ferry.

As operadoras de ferries receberam instruções rigorosas do Ministério Marítimo, a fim de lidarem com a situação e assegurarem que todos os passageiros e as próprias tripulações dos ferries viajam em segurança. Eis algumas medidas que as operadoras de ferries aplicam por razões de saúde e segurança:

  • Todos os espaços interiores e exteriores são limpos regular e profissionalmente com produtos certificados. Toalhas de mesa, lençóis e outros objetos partilhados são devidamente eliminados, substituídos e desinfetados.
  • Algumas operadoras de ferries na Grécia introduziram o check-in contactless e e-tickets para minimizar o contacto com a tripulação e outros passageiros.
  • Os higienizadores de mãos e os contentores são colocados em todas as áreas de passageiros e staff.
  • Os membros da tripulação certificam-se de que os passageiros seguem as regras de distanciamento social durante o embarque, viagem e desembarque. Uma distância mínima de 1,5 m deve ser sempre seguida, com algumas exceções relacionadas com famílias, pessoas com deficiência, etc.
  • Os anúncios da COVID-19 são feitos através de altifalantes e exibidos nos monitores do ferry. Os passageiros podem também encontrar informações úteis em brochuras sobre o coronavírus.
  • Os tripulantes receberam formação em higiene e medidas de prevenção do coronavírus.
  • As unidades de ar condicionado são limpas regularmente e o ar fresco filtrado não é reutilizado.

É bom saber: As medidas de segurança contra a COVID-19 e as restrições de viagem na Grécia estão sujeitas a alterações, dependendo da situação do vírus.

Sim, pode viajar num camarote.

Tenha em conta que o limite de capacidade do camarote é de até 2 viajantes, excepto para famílias e parceiros de viagem (até 4 viajantes).
Contudo, há algumas operadoras de ferry que já não aplicam a restrição acima e, portanto, permitem 4 viajantes por camarote (ANEK Superfast Ferries, Blue Star Ferries, Minoan Lines).

Sim, pode reservar um lugar numerado (lugares como num avião).

Para este tipo de lugares, será aplicada determinada ordem para que os passageiros possam sentar-se de forma afastada e manter distância uns dos outros. Haverá sinalização especial a indicar onde os passageiros estão autorizados a sentar-se, enquanto os lugares diretamente ao lado do lugar reservado permanecerão vazios.

A Ferryhopper fornece apenas reservas de ferry online. Devido às atuais medidas da COVID-19, o acesso ao balcão de viagem não está disponível e todos os pedidos são tratados eletronicamente. No entanto, em casos especiais, os clientes podem reservar uma marcação, contactando previamente a equipa de Atendimento a cliente. Estes casos são:

  • No caso do cliente ter solicitado uma mudança de bilhete, deve ser reemitido um novo vale em papel e a entrega por correio não ser disponível.
  • No caso de o cliente ter solicitado uma mudança de bilhete mas já ter emitido um vale em papel, é necessário que visite o nosso escritório para o processo de mudança.
  • No caso de o cliente ter solicitado o cancelamento do bilhete, mas os vales em papel já tiverem sido recolhidos.
  • Em qualquer outro caso que tenha sido confirmado e o bilhete tenha sido emitido pela equipa de apoio ao cliente.

Referir também que o acesso ao balcão de viagem não é permitido:

  • Para a compra de novos bilhetes.
  • Em qualquer outro caso, onde nenhuma marcação tenha sido aprovada pela equipa de serviço ao cliente.

Os clientes podem fazer uma marcação selecionando uma hora adequada através deste calendário.

Está à procura de outra coisa?

Ainda não encontrou a resposta à sua pergunta? Sugerimos que nos envie uma mensagem ou que nos ligue. A nossa equipa de atendimento a clientes terá todo o gosto em ajudar!

Contacte-nos